20 julho 2007

"As tardes da Júlia"

(O B vai começar a ler este post e vai dizer "outra vez com essa história??!!")

Ora bem então é assim... o meu querido baby anda a fazer umas sestas intermináveis de 3h e eu esparralho-me no sofá a ver TV e a tentar dormir também, (coisa que nos últimos dois anos devo ter feito 2 ou 3 vezes, não sei porquê não consigo dormir muito de dia por mais cansada que esteja...), e entre as "Gilmore Girls", as "Anatomias de Grey", os "Houses", as "Oprahs" e etc, de vez em quando passo pela TVI onde a voz estridente da Júlia Pinheiro me prega sustos e me põe o coração aos saltos, (e talvez seja mesmo por causa desta senhora que eu não consigo adormecer em frente à TV... aquela voz... ai meu Deus... aquela voz...).
Pois acontece que na última vez que a ouvi durante mais de 2 segundos, foi porque mal liguei a TVI, a ouvi dizer que o tema daquele programa iria ser "Partos fora do normal" ou coisa assim. E como grávida que sou, toca de fazer um sacrifício e ouvir a voz da senhora, pois a curiosidade é mais forte que o ódio áquela voz.
E entre partos no carro em pleno Eixo Norte-Sul, partos à porta de casa à espera da ambulância, e partos assistidos pelos filhos, lá veio uma senhora que se chamava Andreia acho eu, com uma história bastante "fora do normal".
Então a bela da Andreia, chamemos-lhe assim, engravidou sem saber, (Era casada? Sim! Tinha relações com o marido? Sim! Tomava a pílula ou utilizava qualquer outro meio contraceptivo? Não! Oh! Oops... como é que isto foi acontecer... como diz a minha Avó "Oh filha, a mim bastava sentar-me na mesma cadeira que o Avô e engravidava logo!!).
Pois então decorreram 9 mesinhos e a Andreia, completamente a Leste, numa bela noite, começa a sentir-se "um bocadinho agoniada...", lá foi à casa-de-banho a seguir ao jantar, enquanto o marido foi ao café, a Mãe foi trabalhar, e o Pai via TV, e sentiu "umas dorezitas" (...), fez o seu servicinho, e de repente... Ah! Mas o que é isto??? Está um bebé a chorar!!!!!!!!! Oh que coisa estranha...
Como hão-de calcular a Júliazinha estava incrédula e o público também... A senhora Andreia que estava com o seu rebento-surpresa ao colo, já com um ano, lá ia respondendo às perguntas que a Júlita e a ginecologista que lá estava lhe iam fazendo...

"Então e enjoos, não sentia? - Não..."
"Então e o bebé a mexer???!!! Ele não mexia..." (há que salientar que ela deu à luz um bebé com o belo peso de 4kg...)
"Então e as dores do parto? Não senti nada..." (4 kg, minha gente...)

Ora bem, das duas uma:
- ou a Júlia decidiu gozar com o pessoal;
- ou a Andreia queria muito aparecer na TV e estava a mentir com todos os dentes que tinha na boca, (que por acaso nem eram muitos...)

9 comentários:

maria disse...

Acho que deve ser mesmo a última parte a verdadeira. Acho inacreditável.

bjnhos

Rita disse...

Que históri realmente!

Nunca estranhou a falta de periodo, a barriga não cresceu (4 kg né?!)... pois... estranho... muito estranho!!!!!

É melhor chamar o Mulder e a Scully!!!

Beijocas
Rita&Tiago

Liliana e benny disse...

De rir mesmo!!!!

Por acaso também fiz o sacrificio de ver esse programa... mas ñ vi essa entrevista, meu deus o q perdi!:)
Mentirinha nua e crua! e barriga a crescer?! ñ reparou?!
Quero é um parto desses:)
Beijinhos

CLS disse...

Pois, só pode ter sdo uma ganda tanga!
Beijocas.

dangerously in love disse...

Ai mãezinha..mas como é possivel?eu não acho normal!

Sandra e Amaro disse...

Lol!!!

anna disse...

pode ser estranho mas não devemos chamar mentirosos às pessoas sem sabermos ao certo as probabilidades das coisas, isso é muito feio. a minha mãe só soube que estava grávida de mim aos 7 meses de gravidez, quando diz isso toda a gente fica incredula e chegam mesmo a duvidar dela e eu não gosto nada que a chamem de mentirosa.
não sei ao certo qual foi a historia dessa senhora, nem o que lhe tinha acontecido, mas no caso da minha mãe, ela era (e é) uma pessoa obesa , devido a problemas relacionados a isso já não tinha menstruação há 3 anos. engravidou e também não teve sintomas nenhuns (sim, é possivel não se ter sintomas de gravidez!! como é que em pleno sec 21 ainda há quem ache que uma gravidez tem de ter sintomas? pode não ter minhas amigas...), e, 7 meses depois de ter engravidado, a minha mãe teve problemas de prisão de ventre, que a fez ir ao medico, e este lhe disse que ela estava grávida!
e eu era o bebé que estava lá dentro. portanto vamos primeiro "pesquisar" sobre o assunto e então opinar, sim?
falar sem saber é que não se deve fazer!
é logico que uma coisa dessas acontecer nos nossos tempos é muito estranho, mas não se esqueçam que infelizmente ainda há pessoas que vivem na idade da pedra, o que, não justifica terem de passar por mentirosas.

http://bebes.clix.pt/biblioteca/cronicas.asp?IDNoticia=1849

lê isso e vais ver que não é assim tão impossível.
desculpa mas não resisti a comentar uma vez que uma historia dessas me é muito proxima, e é tão injusto estar a julgar as pessoas sem saber... nada é impossivel!

Lau disse...

É um relato muito estranho, mas conheço um caso de uma vizinha que já nos seus 42 engravidou pouco depois da mãe ter falecido com cancro no estomago. Pois a senhora teve sintomas, mas convenceu-se que teria o mesmo mal que a mae tinha, e recusou-se a ir a médicos porque não ia adiantar. Até que uma bela madrugada o "mal" que ela carregava no ventre decidiu nascer. E é um menino lindo!

Patrícia disse...

Olá.
è só para dizer que só descobri que estava grávida já com quatro meses. Ñunca tive enjoos, a barriga não crescia (tenho 1,70m e pesava 64kg), estava sempre bem... o período não vinha, mas era normal... só descobri numa consulta de rotina. Essas coisas podem acontecer.
De resto, parabéns ao V e ao H.
Bjs