06 setembro 2007

Hoje

Este e este post puseram-me a pensar... se por um lado me assustam, não é nada que eu não soubesse! Também tenho uma irmã com 1 ano e 3 meses de diferença de mim, (mais nova), também eu andei à porrada, e aos beijinhos, também eu quis o que era dela e ela o que era meu, também eu senti ciúmes, também eu partilhei, também eu berrei, fechei-lhe portas na cara, disse-lhe coisas de que me arrependi e coisas de que me orgulho.

Ainda ontem dizia eu ao V, no nosso jantar "téte-a-téte", que lhe íamos dar o melhor presente que se pode dar a alguém: um melhor amigo. Um mano. Um companheiro.

Que aprendam a partilhar, através de birras e ataques de ciúmes. Aprendam a defender-se através das brigas, sejam elas um contra o outro, ou os dois juntos contra terceiros. Aprendam a ajudar-se e a ensinar. Aprendam que não existe nada mais forte que os laços familiares.
Aprendam que, mesmo que não o digam, podem ser o melhor amigo um do outro. Mesmo em silêncio.

5 comentários:

Filipa disse...

Adorava que o Gonçalo tivesse um irmão assim com pouca diferença de idade, mas por enquanto não pode ser. Com o pai fora, temos q esperar pelo menos 2 anos.

Mas é verdade ter um irmão é ter um melhor amigo.

Beijinhos.

Amores Perfeitos disse...

eu sou filha única,mas os meus piolhos tem diferença de 23 meses e apesar de estarem sempre a pegarem se um com o outro.. eles adoram-se e isso é tão visivel nas pequenas(grandes ) coisas!!

S&S disse...

Parabéns pelos teus pequenos, deves estar ansiosa por os ver juntos a serem os melhores amigos.

Ana Rangel disse...

É mesmo assim que eu vejo "a coisa"... como a melhor coisa que lhe pudemos dar.

(anda-se a preencher a nota de encomenda por estes lados, hehehe)

Mary / Baby boom disse...

É isso mesmo!